Categoria: ‘Literatura Brasileira’


Download A Escrava Isaura Online

a escrava isaura

Numa fazenda da cidade de Campos, no Rio de Janeiro, vivia Isaura, uma belíssima escrava criada como filha pela mãe de seu patrão, o cruel Leôncio, cujo nome insinua sua ferocidade. Isaura tivera uma educação esmerada, era culta, sabia cantar e tocar piano, em nada lembrando a condição das escravas da época. Embora casado com Malvina, que era muito amiga de Isaura, Leôncio começa a perseguir e atormentar a jovem com propostas amorosas, que ela rejeita. Continue lendo: »

Os Sertões em PDF

os-sertoes

Os Sertões é um livro brasileiro escrito por Euclides da Cunha que foi publicado em 1902. Tem como tema principal a Guerra de Canudos, no interior da Bahia. Explica com riqueza de detalhes os fatos dessa guerra que dizimou a população de Canudos. Euclides da Cunha presenciou uma parte desta guerra como correspondente de um jornal. Envolvendo conflitos, angústia, tortura, o autor deixa claro o seu pensamento racista, como a maioria da sua época. O livro divide-se em três partes: A terra, O homem e A luta.

Continue lendo: »

Quincas Borbas

quincas-borba

A história de Quincas Borbas resgata um personagem de 'Memórias Póstumas de Brás Cubas', conta a vida de Rubião, um pacato professor que se torna rico da noite para o dia ao receber uma herança deixada pelo filósofo Quincas Borba, criador de uma filosofia chamada Humanitismo. Rubião passa a viver no fausto da Corte do Rio de Janeiro, num ambiente a que não estava acostumado e que muito o deslumbra. Torna-se amigo de um casal, Cristiano Palha e Sofia, em torno dos quais e do próprio Rubião gira todo o enredo do romance. também um cachorro, o Quincas Borba, que herdou o nome do filósofo, que fora seu dono, antes que ele passasse a pertencer a Rubião, e conta sua trajetória na corte, sua perdição e loucura.

Continue lendo: »

A Chave

A CHAVE

No livro A Chave de Machado de Assis, o autor usa uma linguagem diferente para cada personagem. Para a protagoniza a história usa uma linguagem direta. Para o pai dela, se utiliza de um tom empolado. De uma de suas menores obras nascem dois dos temas pelos quais Machado se tornou conhecido: o hábito de dialogar com o leitor e zombar da fala empolada, o que mais tarde se tornaria característica do realismo.

Continue lendo: »

A Pianista

a pianista

O conto A Pianista de Machado de Assis, publicado originalmente em 1866 no Jornal das Famílias, tem um tipo de discurso facilmente identificável pelo leitor: o ensino da música, o universo pessoal dos músicos e sua relação com a sociedade. Foi muito bem aceito pela historiografia literária e pela musicologia. Muitos estudiosos escreveram sobre as relações entre a música e a literatura, porém nenhum tão geniosamente como Machado de Assis.

Continue lendo: »

A Mulher de Preto

a mulher de preto

A mulher de preto, escrito por Machado de Assis aborda uma temática recorrente na obra do autor, o casamento por interesse Neste livro, ainda estava desenvolvendo sua ironia e seu estilo literário próprio Recorre, também, à referências francesas – ao escritor e teólogo francês François de Salignac de la Mothe-Fénélon ; a Héloïse, da história de Abélard e Heloïse ; e ao famoso poema Djinns de Victor Hugo

Continue lendo: »

Baixar O Alienista

o alienista

O Alienista conta a história de Simão Bacamarte, um típico representante da alta sociedade com título de doutor enquanto alienista (o psiquiatra nos dias contemporâneos). Bem aceito, passa a viver numa pequena cidade que tem a pretensão de transformar em seu laboratório de estudos sobre a mente humana. Bacamarte adota um comportamento de absoluta falta de critério e passa a internar na Casa Verde, manicômio contruído para seus trabalhos, todo e qualquer cidadão pelos mais diversos motivos.

Continue lendo: »

A Mão e a Luva

a mao e a luva

A Mão e a Luva é um romance escrito por Machado de Assis publicado em 1874 que conta a história da jovem Guiomar e seus três pretendentes: Jorge (calculista), Estêvão (sentimental) e Luís Alves (ambicioso). Embora nitidamente romântico, o livro é um romance sóbrio. Seu ponto alto são as personagens femininas: Guiomar pela complexidade de seu caráter, Mrs. Oswald pela astúcia e verossimilhança. O romance gira em torno de uma trama complexa, mas de solução simples e previsível – de um namoro nos mais rigorosos esquemas burgueses. A obra relata com ironia o casamento, visto como troca de favores e movido pelo dinheiro e pela ambição.

Continue lendo: »